Bragaparques - É preciso topete

A defesa do administrador da Bragaparques vai pedir, no recurso do acórdão que o condenou ao pagamento de cinco mil euros por corrupção para acto lícito, que os meios de prova recolhidos não têm validade para este crime.

Comentário: Não se contesta o crime, apenas a validade dos meios de prova.

Comentários

e-pá! disse…
CE:

Mais!
Não é de excluir a hipótese de que a defesa no caso Bragaparques não peça uma choruda indemnização à Polícia Municipal que, não tendo exercido a sua acção de vigilância e prevenção do crime com rigor e eficácia, permitiu a indecorosa proposta de corrupção do administrador ao vereador... fosse consumada!

Um pouco como Cadilhe preconiza para o BPN em relação ao poder regulador e fiscalizador do BdP...

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita