CPLP

Teodoro Obiang, figura sinistra a nível mundial, é presidente da Guiné Equatorial, país proposto, por concordância de todos os ministros dos Negócios Estrangeiros da CPLP, para integrar a organização que já totaliza os Países de Língua Portuguesa.

Teodoro Obiang, desde 1979 presidente do obscuro país, não é apenas uma referência odiosa do seu país, é um biltre de dimensão internacional que desconhece o significado dos direitos humanos e não é conhecido pelo domínio do idioma comum.

Talvez por isso, em Díli, que marca a transição da cimeira de Moçambique para Timor, os principais países fazem-se representar por figuras menores. Dilma Roussef envia, a representar o Brasil, o vice-ministro das Relações Exteriores; José Eduardo dos Santos o vice-presidente, em nome de Angola; e Portugal faz-se representar por Cavaco Silva e Passos Coelho.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975