FIRED !

Se os cidadãos tivessem dúvidas sobre a deriva neoliberal do atual dirigente do PSD, que o amarra ao desastroso passado, as declarações de ontem sobre a integração dos trabalhadores precários na função pública foi um exemplo acabado dessa teimosia suicida link.
 
Passos Coelho, sempre de soslaio para o futuro e de Excel na cabeça acabou por não ser capaz de integrar a precariedade laboral nas suas travestidas ‘reformas estruturais’. Uma das razões invocadas para não apoiar essa integração é que ‘não sabe quem são’…
 
O contorcionismo alucinogénio do ‘Menos Estado, melhor Estado’, já está mais pessoalizado. Provavelmente, na cabeça do atual dirigente os ‘integráveis’ deveriam ser os ('seus') boys. Esta coisa de tratar os cidadãos pela mesma bitola devem ser um‘esquerdismo radical’…
 
Entretanto, assume a façanha de, a mando da Troika, ter ‘posto fora’ 80.000 dos 100.000 funcionários que já tinham sido anteriormente integrados. Um palmarés que o seu ‘orgulho de despedida’ o faz exibir. 
 
O problema é que a sua política de subserviência já foi ultrapassada pela deriva ‘populista’ e um qualquer medíocre Trump lusitano (que não tardará a surgir) aparecerá nas redes sociais (Twitter) a anunciar a (re)precarização de tudo o que seja público com a assassina frase dos reality shows do Donald: You are fired!.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Nigéria – O Islão é pacífico…

A desmemória e a dissimulação

Miranda do Corvo, 11 de setembro