Sondagens


As sondagens são cada vez menos fiáveis, como demonstraram os resultados do Reino Unido, dos EUA e das primárias da direita francesa.

De qualquer modo, é sobre elas que analistas e estados-maiores partidários se baseiam.

Desta sondagem, ontem conhecida, ressalta um facto surpreendente, a revelar o grau de masoquismo dos eleitores.

Como é possível que Passos Coelho e Assunção Cristas, ainda obtenham 30% e 6%, respetivamente, num total que ultrapassa um terço do eleitorado?

Lembra o adágio, “quanto mais me bates,…”

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Nigéria – O Islão é pacífico…

A desmemória e a dissimulação

Miranda do Corvo, 11 de setembro