As religiões são perigosas


«Já imaginou reunir a rigidez das Forças Armadas com a religião? É o que está acontecendo com a formação do grupo fundamentalista conhecido como Gladiadores do Altar, a mais nova invenção da Igreja Universal.»


Comentários

e-pá! disse…
O surgimento destas 'milícias neopentocostais' balanceia-se entre o fundamentalismo cristão e as velhas organizações juvenis fascistas.

Nada de bom está na calha.

Não seria de admirar que se transformassem em 'brigadas de combate pelo proselitismo' e quando, os ditos gladiadores, começam por digladiar o altar não tardará que apareça alguém a reivindicar um lugar vitalício no 'altar da Pátria' para impor a ordem e a disciplina - uma velha linguagem dos anos 30 cujas consequências a Europa conheceu (...e sofreu).

Mensagens populares deste blogue

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Nigéria – O Islão é pacífico…

A desmemória e a dissimulação