Como V. Exª. queria dizer...?


Ernâni Lopes, economista, empresário, gestor, consultor, conferencista, embaixador, político, ex-ministro das Finanças e do Plano do IX Governo Constitucional, etc. [*] – tem estado em foco na defesa de mais duras e cruentas medidas de austeridade [autoritárias e a serem anunciadas “a cru”] - em recente entrevista à Antena 1, afirmou:
"Reformas aos 65 anos é uma ideia do passado"…
E, rematou:
"Em algum momento vai ser impossível financiar o sistema e nem a dívida vai resolver"…
Assim. Uma assertiva opinião, sem lhe caírem os óculos e sem qualquer embargo na voz…

Que pensar de um homem que recebe, p. exº., uma reforma do Banco de Portugal desde os 47 anos de idade?
link


[*] Adenda curricular

Ernâni Rodrigues Lopes
Nascido em Lisboa em 1942; casado; 4 filhos
Licenciado em Economia (ISCEF, Universidade Técnica de Lisboa) em 1964
Serviço militar na Armada como oficial da Reserva Naval (1964-1967)
Assistente e Encarregado de Curso de Cadeiras do 2º Grupo - Economia, no ISCEF, Universidade Técnica de Lisboa (1966 -1974)
Doutorado em Economia (Universidade Católica Portuguesa - Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais) em 1982
Director e Professor do Instituto de Estudos Europeus da Universidade Católica Portuguesa (desde 1980)
Professor do Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa (desde 1996)
Conferencista no Curso de Defesa Nacional do IDN - Instituto da Defesa Nacional (1980-2003)
Professor, Coordenador da Área de Economia e membro do Conselho Pedagógico do CAGB - Curso Avançado de Gestão Bancária do IFB - Instituto de Formação Bancária (1987-2002)
Presidente do Conselho Científico do ISGB - Instituto Superior de Gestão Bancária (1991-2003)
Presidente do Conselho de Administração do IEA – Instituto de Estudos Avançados do IESC – Instituto de Estudos Superiores de Contabilidade (2001-2005)
Conferencista no Curso Superior de Comando e Direcção e no Curso de Estado-Maior (IAEM – Instituto de Altos Estudos Militares), no Curso Superior de Guerra Aérea (IAEFA – Instituto de Altos Estudos da Força Aérea) e no Curso Superior Naval de Guerra (ISNG – Instituto Superior Naval de Guerra) – vários anos lectivos
Assistente-Técnico do Serviço de Estatística e Estudos Económicos do Banco de Portugal (1967-1974)
Director de Serviços de Estatística e Estudos Económicos do Banco de Portugal (1974-1975)
Consultor Económico do Banco de Portugal (1985-1989)
Embaixador de Portugal em Bona (1975-1979)
Embaixador, Chefe da Missão de Portugal junto das Comunidades Europeias, Bruxelas (1979-1983)
Ministro das Finanças e do Plano do IX Governo Constitucional (1983-1985)
Comissário Português do Congresso Portugal-Brasil Ano 2000 (1997-2000)
Membro do Conselho Consultivo do Instituto de Gestão do Crédito Público (1997-2003)
Membro do Conselho Consultivo do Banco de Portugal (1997-2003)
Membro da Convenção Europeia, como representante do Governo Português (MAI.2002 - JUL.2003)
Membro de órgãos sociais de várias empresas e instituições, nomeadamente sócio-gerente da SaeR
Consultor económico de várias empresas, instituições e Governos (desde 1962, com excepção do período de 1975-85, por impedimento devido ao exercício de cargos públicos)
Membro correspondente da Academia Internacional de Direito e Economia, São Paulo, Brasil (desde 1995)
Membro efectivo da Academia de Marinha (desde 2003)
Sócio-fundador do CR XXI - Clube de Reflexão (desde 1996)
Presidente da Direcção do Círculo de Reflexão Lusófona (desde 2004)
Presidente do Conselho de Administração da Fundação Luso-Espanhola (desde 2000)
Membro fundador do IHD - Instituto Humanismo e Desenvolvimento, Lisboa (desde 1985)
Membro da Comissão Nacional Justiça e Paz - Portugal (1987-1996)
Membro da Irmandade de Nossa Senhora da Conceição da Escada, Igreja Paroquial de Nossa Senhora das Mercês, Lisboa (desde 1999)
Comendador da Real Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa (desde 2003)
Membro da Irmandade da Misericórdia e de São Roque de Lisboa (desde 2004)
Presidente do Conselho Fiscal da Fundação Cidade de Lisboa, em representação do Patriarcado de Lisboa (desde 1989)
Presidente da Assembleia Geral da APEC - Associação Portuguesa de Economistas (1990-1998)
Presidente da Assembleia Geral da AORN - Associação dos Oficiais da Reserva Naval (desde 1996)
Presidente da Assembleia Geral da Ordem dos Economistas (1999-2004)
Presidente do Conselho Fiscal do IHD - Instituto Humanismo e Desenvolvimento, Lisboa (desde 2001)
Presidente do Conselho Geral da AMSC – Academia de Música de Santa Cecília (desde 1999)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vasco Graça Moura