Em louvor do Dr. Passos Coelho

Para que nao se diga que este blog é tendencioso ou maniqueísta, hoje venho prestar uma merecida homenagem ao Dr. Passos Coelho, por relevantes serviços prestados ao país.

Há muito tempo se vem discutindo o que é ser de direita ou ser de esquerda no Portugal de hoje, havendo até quem diga que já não há esquerda nem direita, que tudo isso está ultrapassado, etc.

Ora o Dr. Passos Coelho veio esclarecer a questão, fazendo publicar a cartilha oficial da direita: a proposta do PSD para revisão da Constituição. A partir de agora já não há dúvidas: ser de direita é apoiar, declarada ou titubeantemente, essa proposta; ser de esquerda é opor-se frontalmente a ela.

Só por isso merece o Dr. Passos Coelho uma nota de rodapé quando se escrever a historia de Portugal no dealbar do século XXI.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita