A repressão sexual no Islão

Hamas proíbe peças íntimas em montras de lojas de lingerie

Embora continuem a negar a intenção de impor a lei islâmica (sharia) em Gaza, os líderes do Hamas proibiram esta semana a exibição de roupa íntima “provocante” nas vitrinas das lojas de lingerie.

Comentários

e-pá! disse…
Na verdade, para a cultura árabe, indissociável da génese do islamismo, os haréns eram muito mais recatados...e muito menos expostos!

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita