28 de janeiro – efemérides

1908 – Foram presos os republicanos Afonso Costa, Egas Moniz, João Chagas e António José de Almeida, e o chefe da Carbonária, Luz de Almeida. O regicídio veio quatro dias depois. Diz-se que a rainha D. Amélia, quando o ditador João Franco falava do que os regicidas fizeram, terá dito: «o que você fez». As ditaduras só terminam pela violência e a ditadura de João Franco teve a conivência de D. Carlos.

1924 – Morre Teófilo Braga, escritor, político, filólogo, professor, literato, militante republicano, primeiro presidente do Governo Provisório da I República e segundo Presidente da República Portuguesa.

1935 – A Islândia despenaliza o aborto. Foi o primeiro país do mundo a recusar a aplicação de penas sobre a IVG. Portugal demoraria ainda quase meio século para a primeira e tímida lei, com os votos contra do PSD e do CDS, salvo honrosas exceções.

Comentários

João Davim disse…
Foi não foi dia 28 de Janeiro, mas foi dia 18, 18 de Janeiro de 1934 que começou uma das mais longas odisseias de resistencia contra o fascismo: a Marinha Grande.

Alguns dos integrantes desse movimento tiveram a "honra" de ser dos primeiros hóspedes do Tarrafal
João Davim:

Só referi as efemérides de hoje.

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975