PROF. LUÍS ALBUQUERQUE
(Sessão de Evocação e Homenagem dos 100 anos do seu nascimento)
 
O Professor Luís de Albuquerque foi simultaneamente um académico ilustre, um cientista idóneo, um investigador de mérito e um cidadão empenhado e exemplar. A conjugação destes atributos num homem é motivo de regozijo e, simultaneamente, um exemplo a divulgar.

Este ano cumpre-se o centenário do seu nascimento (6 de Março de 1917). O Ateneu de Coimbra e a Universidade de Coimbra decidiram levar a efeito uma sessão pública evocativa desta marcante e polifacetada personalidade que muito influenciou o meio académico e científico e marcou a Cultura portuguesa durante a segunda metade do século XX.

Licenciou-se quase simultaneamente em Ciências Matemáticas e em Engenharia Geográfica e veio a ser professor catedrático de Matemática na Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra. Foi no fim da sua carreira académica Diretor da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra.

No seu currículo académico dedicou-se ao estudo das Ciências da Educação. Mas fundamentalmente marcante e de especial relevo foi a sua atividade de investigação histórica no domínio das Ciências Náuticas que o levou a estudar com brilhantismo, rigor e especial competência os Descobrimentos portugueses vindo a ser uma referência inultrapassável – no País e no Estrangeiro - no domínio da compreensão das ‘artes da marinhagem’. Foi, em 1979, um dos fundadores da Academia da Marinha.
Neste campo da investigação histórica, geográfica e cartográfica deixou inúmeros trabalhos científicos que ainda hoje constituem a chave da compreensão dos Descobrimentos.

Como cidadão foi um homem que se movimentou e integrou os círculos oposicionistas ao Estado Novo, um assíduo colaborador da revista Vértice e viria a desempenhar, na sequência do 25 de Abril, o cargo de Governador Civil de Coimbra.

Esta variada, extensa, profunda e idónea trajetória curricular de académico e investigador, a par de um riquíssimo e participativo percurso de vida, pleno de civismo e de busca pela liberdade, bem merece a evocação que projetamos realizar de colaboração com a Universidade de Coimbra, no dia 06.03.2017, às 18 horas, no Departamento de Matemática da UC, na sala 17 de Abril, espaço emblemático da Academia e do movimento estudantil.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita