Homem de Estado ou construtor civil?

Há motivos de alarme porque não há só um doido no mundo!

A insensatez e a insensibilidade de um construtor civil não se revela apenas na leviandade das opiniões numa rede social onde as tolices não podem ultrapassar os 140 caracteres.

É apanágio de quem tem um cérebro pequeno, e porque inchou, e se tornou o homem mais poderosos e perigoso do mundo, porque minguou o cérebro de quem o elegeu.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os incêndios e a chantagem ao Governo

O último pio das aves que já não levantam voo