quinta-feira, maio 21, 2015

O padre Sousa Lara e os exorcismos


O ex-subsecretário de Estado de Cavaco Silva, censor de um livro de Saramago, não foi apenas o devoto da missa e da hóstia, inimigo da cultura e da liberdade, foi o crente que mandou erigir uma Cruz do Amor, com 7 metros, destinada a "combater o comunismo e evitar o mal com a chegada do ano 2000", no seu monte alentejano.

Entre as suas obras consta um filho, feito certamente de forma casta, a quem ofereceu a administração de uma empresa pública, o Estado é para os amigos e família, mas que preferiu ser padre e especializar-se em exorcismos, atividade que faz parte do alvará de padre mas que, com a escassez de Demónios, passou a ser uma especialidade canónica de autorização episcopal.

O padre Sousa Lara, homónimo do bem-aventurado papá, é um reputado exorcista que, munido de uma cruz e de umas tantas rezas, se atira aos demónios como Santiago aos mouros, na diocese de Lamego, uma zona onde grassam ainda o analfabetismo a fome e os diabos, enfim, Terras do Demo.

Não há um único caso de possessão demoníaca em livres pensadores, ateus, agnósticos, céticos ou racionalistas. São os mais tementes a Deus, desgraçados e moles do miolo, os que deixam entrar, no corpo, o maligno. É para esses que os exorcistas arremetem com a cruz e as orações, numa peleja digna da Idade Média, com o Mafarrico a fugir, da cruz e do padre, como os carteiristas à polícia.

Benditos exorcistas, tão eficazes a tirar o Diabo do corpo dos crédulos como S. Roque as verrugas ou Santa Bárbara a amainar trovoadas.

Não lembrava ao Diabo que ainda houvesse quem vivesse à sua custa. Coisas do demo!

Ponte Europa / Sorumbático

2 Comments:

At quinta mai 21, 08:58:00 da manhã, Blogger e-pá! said...

Há alguns anos, num jantar onde estava presente um clérigo que exercia a competência exorcista, veio a talhe de foice a origem desse tipo de práticas.
Ouvi, então, da boca desse clérigo uma justificação que este post veio avivar.
Disse: Meu caro, o exorcismo é uma prática de há 2000 anos.
A Igreja não precisou de descobrir ou de teorizar sobre o 'psicodrama' (terapêutica psiquiátrica afirmada a partir dos finais do século XIX), para esconjurar demónios, ou dominar 'possessos'...
As esconjurações, a par das bem-aventuranças, foram desde sempre instrumentos religiosos de afirmação social...

 
At quinta abr 28, 08:38:00 da manhã, Blogger Xiaozhengm 520 said...

2016-4-28 xiaozhengm
nike free run
oakley sunglasses
kevin durant shoes 8
tiffany jewelry
louis vuitton outlet
adidas trainers
michael kors handbags
oakley vault
basketball shoes
true religion outlet
vans shoes
michael kors outlet clearance
cheap jerseys
ray ban sunglasses outlet
hollister clothing store
polo ralph lauren
polo ralph lauren outlet
michael kors outlet
nike nfl jerseys
louis vuitton outlet
air jordan retro
michael kors outlet
giuseppe zanotti sneakers
louboutin pas cher
longchamp bags
ray ban outlet
christian louboutin sale
kate spade handbags
nike roshe flyknit
louis vuitton handbags
jordan 13
louis vuitton
nike roshe runs
louis vuitton outlet
ugg boots
michael kors uk
nike uk

 

Enviar um comentário

<< Home