25 anos da CEE. Viva a União Europeia.

Os graves problemas actuais não são fruto da União Europeia, devem-se ao facto de não haver mais Europa.

Ponte Europa continuará a bater-se pelo europeísmo e a defender que a Europa deve aprofundar a coesão económica, social e política.

Comentários

e-pá! disse…
As comemorações dos 25 anos da adesão de Portugal e Espanha à então CEE, mostraram uma evidente [significativa?] fractura entre a geração política nessa altura no poder [1985] e os actuais lideranças nacionais e europeias.
Não sendo, por exemplo, Mário Soares e Felipe Gonzalez uns "eurocépticos", só podemos inferir que o "sonho europeu" está embotado, desfalecido, i.e., à espera de melhores dias.
A focalização dos problemas que actualmente a UE vive, nas vontades políticas aleatórias e circunstanciais, bem como, na qualidade das lideranças é confundir causas com efeitos.
De facto, o "sonho europeu" baseava-se na qualidade de vida, no desenvolvimento económico, nos paradigmas sociais, no progresso civilizacional, na paz e harmonia, etc.
Nunca supusemos que armadilhas oriundas de um incontrolado mundo financeiro, abruptamente, interrompessem estes oníricos desejos...

Agora, os projectos futuros no seio da EU tornaram-se meros programas de contingência. Foi esse, em resumo, o apelo que a nova geração de lideres europeus nos lançou…
Não basta! É necessário mais e melhor…

Viva a UE!
Unknown disse…
ODEIO ESSA BANDEIRA... PARA MIM SIGNIFICA OPRESSÃO ECONÓMICA...

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Insurreição judicial