Momento de poesia

Dissertação sobre a felação

Olho-te secretamente

enquanto inclinas

o corpo no balcão

e adivinho o equilíbrio

e a solidez

das tuas mamas

imagino-me deitado

a vê-las soltas

enquanto te debruças sobre mim

e a tua boca é já um navio a balouçar,

com o mastro erguido,

no meio da rebentação.

Alexandre de Castro

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime