Casamento promíscuo

Comentários

e-pá! disse…
É óbvio para os portugueses que o PSD prepara-se para "assaltar" o poder.

Todavia, na última grande estrevista de Pedro Passos Coelho na TV (RTP 1) não foi capaz de explicar como. Embrulhou-se, meteu os pés pelas mãos e refugiou-se numa tirada pomposa: "quando chegar uma situação de crise saberemos como actuar" (cito de memória).
Entretanto, políticos como Guilherme Silva começaram a sondar o terreno, o que tornou mais explicito que, no PSD, reina a confusão e a deriva, perante uma incessante e calculista busca de oportunidade (política). Confrontado com a evidência desse facto, Pedro Passos Coelho, mandou (publicamente) Guilherme Silva ficar quedo e mudo...

Esta "cortina de fumo" não consegue esconder que o PSD está tentado a jogar os seus trunfos fora do âmbito parlamentar. Talvez, conte com um empurrão vindo dos lados de Belém...

Esta será a grande promiscuidade! Que poderá acontecer em regime de casamento, união de facto, concubinato ou, tão somente, por revanchismo.

Mensagens populares deste blogue

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Nigéria – O Islão é pacífico…

A desmemória e a dissimulação