O que a comunicação social não pergunta


No início do seu mandato, o PR mandou passar a pente fino as contas nebulosas do Palácio de Belém.

O relatório, se acaso o há, anda perdido algures entre a TVI e o Expresso, quiçá, misturado com os papéis do Panamá.

Comentários

e-pá! disse…
A auditoria às contas de Belém eram para 'dar o exemplo'.
Ficamos a saber que o obscuro silêncio e/ou uma prolongada demora são virtudes exemplares...

Bem, a única coisa que parece ter começado a mexer foi aquela história escabrosa do Museu da Presidência, não detectada pelos serviços, mas resultado de denúncia ao MP e investigada pela PJ, cujo processo terá entrado em segredo de justiça...
Agostinho disse…
Provável_mente o Sr. Presidente deixou de dormir, ele que já pouco dormia segundo se dizia.

Mensagens populares deste blogue

Nigéria – O Islão é pacífico…

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Macron e a ‘primeira-dama': uma ‘majestática’ deriva …