Tribunal com opinião diferente

Comentários

Filipe G. Ramos disse…
Este cartaz...ai este cartaz...
"Sou um todo-terreno"...
Tal como o Alberto João, um homem que foi sempre eleito pelo povo... não há justiça neste país.
ana disse…
Se houvesse justiça, também lá estaria uma com o fatinho às riscas.
e-pá! disse…
Independentemente da sua situação com a Justiça, ainda em julgado, sobre a sua "inegibilidade", Ferreira Torres, tem um percurso que mais parece parábola do filho pródigo...

Zangou-se com os municipes do Marco, "descobriu" que a verdadeira sua natalidade era no concelho de Amarante, concorre, perde a presidência e abandona o cargo de vereador.

Agora, condenado judicialmente à perda de mandato, em tempo despropositado (já tinha terminado o mandato no Marco) e estava noutra em Amarante, pretende, agora, contornar a sentença, regressando - como independente - ao Marco de Canavezes como se fosse um novo ser que aliena o passado e arriba a um novo destino donde, há cerca de 4 anos, saíu arreliado...

Não tem personalidade política e ética e pretende também abdicar da personalidade jurídica...

Falta tratar - politicamente - de Oeiras, Felgueiras, Gondomar e situações afins...que vão diferindo a solução judicial.
Esta responsabilidade cabe aos respectivos munícipes...

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime