A TAP e os voos para a Guiné

O apoio do Governo à suspensão dos voos da TAP para Bissau foi uma medida sensata e que merece aplauso. Na impossibilidade de a Guiné garantir a segurança dos aviões, passageiros e tripulação, e, pelo contrário, sujeitá-los à coação, a troco de subornos, esta era a única medida que se podia esperar de um Governo responsável.

Tão pouco habituados a decisões sensatas, não li ainda uma única voz a apoiar decisão do Governo. Quando o descrédito atinge tamanha dimensão nem as boas decisões são aplaudidas.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Nigéria – O Islão é pacífico…

Macron e a ‘primeira-dama': uma ‘majestática’ deriva …