Sá Carneiro – aniversário da sua morte

Decorreu nesta quarta-feira a missa que assinalou o 33.º aniversário do desaparecimento de Francisco Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa, vítimas da queda de um avião em Camarate, que ocorreu a 4 de dezembro de 1980.

Esta é a notícia comum da comunicação social. Ninguém se lembrou de referir que o bispo de Braga, D. Eurico Dias Nogueira, afirmou que, segundo o direito canónico, não tinha direito a cerimónias litúrgicas, por ter vivido amancebado, situação em que morreu na trágica queda do avião.

Enquanto o bispo de Braga defendia o direito canónico, o cardeal-patriarca, os bispos e numerosos padres deram colorido à mórbida encenação com que quiseram levar a PR o general Soares Carneiro, adversário de Ramalho Eanes.

E nunca mais lhe faltaram missas, apesar de ter morrido em pecado mortal.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975