O referendo à coadoção

O Tribunal Constitucional (TC) não chumbou um referendo que qualquer leigo sabia inconstitucional. O TC chumbou a inépcia do grupo parlamentar do PSD, o frete que o deputado da madraça jovem fez ao putativo PM, a manobra de litigantes de má fé com que quiseram desviar as atenções dos problemas que agravam no País.

A direção do PSD quer deixar cair a proposta que encomendou à Jota. Hugo Soares diz que resiste. Passos Coelho ainda não falou. Quando falar, em vez de pedir desculpas à AR e ao País, fingirá que é PM.

É a esta gente que devia estar ainda na Universidade, a preparar-se, que o país entregou o poder.

O povo abúlico, derrotado, roído de remorsos, com o PR assimilado no Governo, espera que a legislatura se cumpra como o moribundo em sofrimento aguarda ansioso o último suspiro.

Que pouca sorte a nossa. E que sorte ainda pior a das crianças a quem a impreparação e o preconceito negam o direito à família.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975