A frase

«É preciso medir bem as palavras quando se fala do sistema bancário, porque o seu funcionamento é decisivo para o funcionamento da economia e consequentemente para o crescimento do emprego e da nossa produção.»

(Cavaco Silva, sobre o caso Banif) – in DN, hoje, pág. 8

Nota: A verdade irrefutável foi proferida pelo mais improvável dos analistas e aquele que mais vezes se enganou sobre os bancos, salvo na compra e venda de ações da SLN. Os portugueses recordam-se, alguns mais amargamente, das suas declarações sobre a solidez do BES e do posterior apoio a Passos Coelho de que os contribuintes não seriam prejudicados. Mas o que deveras surpreende é a prudência, por quem reiteradamente ameaçou com a reação dos ‘mercados’, dos ‘juros’, da ‘Nato’ e das ‘agência de rating’ perante o apoio do PCP e do BE à formação do atual governo, na aparente (?) incitação à retaliação contra Portugal.

É preciso topete!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975