Cumplicidade de Erdogan

«Se em vez de travar uma guerra  contra os curdos, a Turquia tivesse realmente combatido o Daesh, teria apressado o colapso deste, em vez de o ter ajudado a sobreviver.»

(Jornal THE GUARDIAN, Londres - In Courrier Internacional, fevereiro 2016)

Comentários

e-pá! disse…
Quantas guerras se travam neste momento no Médio Oriente?
Dificil de enumerar. Mas apesar de todo o ruído e da confusão continua silenciosa a 'mãe de todas as batalhas' (para usar uma expressão mediática atribuída a Sadam Hussein), isto é, o conflito israelo-palestino...

Mensagens populares deste blogue

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Nigéria – O Islão é pacífico…

A desmemória e a dissimulação