FIFA

O Futebol mundial elegeu ontem o dirigente da FIFA. Trata-se do suíço-italiano Gianni Infantino.
Não foi uma normal rotação de presidentes. Por regra este é uma alto cargo do futebol que é ocupado pela mesma pessoa durante largos períodos de tempo. Os seus dois últimos detentores do cargo o brasileiro João Havelange e o suíco Joseph Blatter estiveram respectivamente 24 e 17 anos à frente deste organismo. É possível reconhecer que permanecer tanto tempo neste cargo cria problemas a que não são estranhos esquemas compradrios, de abusos, de enviesamentos, de favorecimentos  e até de corrupção (situação em investigação relativamente ao consulado de Blatter).

Dando por adquirido a necessidade de um organismo coordenador mundial do futebol a questão que se coloca , no imediato,  é:

- Não seria prudente limitar estatutariamente o nº de mandatos do presidente?

- Dois mandatos de 4 anos cada não seriam suficientes?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975