Habemus Marcelum


Tal como tinha sido anunciado pelo cirurgião que o operou, Eduardo Barroso, «logo que o intestino volte ao funcionamento normal», outra forma de se referir à regularização do peristaltismo intestinal, o PR teve alta.

O país, que não o via nem ouvia há mais de 48 horas, respirou de alívio.

A partir de hoje, os portugueses que não fazem zapping terão oportunidade de ter a sua companhia permanente e, os mais supersticiosos, de acreditar no dom da ubiquidade.

Da minha parte, desejo-lhe, como devo, rápido e total restabelecimento.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vasco Graça Moura

A lista VIP da Autoridade Tributária