Mensagem de Natal - RTP1

Depois de tantos doces quis provar o sabor amargo da mensagem do Cerejeira, digo, do bispo de turno em Lisboa, o Sr. Manuel Cardeal Clemente. Impediu-me a indolência de mudar de canal, e fui compensado com uma belíssima orquestra a emitir de Londres.

Era o bispo dos colégios amarelos com um discurso de deputado do PSD, da última fila. Falou de fogos e de mortos, sabendo-se que os últimos são os da sua especialidade e os primeiros foram apagados com a extinção da Inquisição.
Era uma figura banal a debitar trivialidades. Quando os crentes começam a duvidar dos méritos dos seus bispos, acabam por se esquecer da bondade do seu Deus.

Nem o Diabo lhe vale.

Comentários

Julio disse…
Bispos, cardeais, papas, mensageiros, cristos, santos espíritos, pastores, patriarcas, messias, profetas, uma quadrilha de ladrões e mentirosos explorando os menos atentos!

Mensagens populares deste blogue

Notas sobre a crise venezuelana…

Vasco Graça Moura