quinta-feira, junho 28, 2007

Coimbra - Tribunal condena líder distrital do CDS-PP


Sónia Sousa Mendes, dirigente distrital do CDS-PP de Coimbra, foi condenada pelo tribunal da Lousã a dois anos e meio de prisão, com pena suspensa de três anos, pelo crime de peculato

O tribunal deu como provado que a dirigente partidária se apropriou em proveito próprio de cerca de 15 mil euros referentes ao transporte de alunos.
.
Nota: O Tribunal não acreditou em Paulo Portas que veio à Lousã, pessoalmente, testemunhar a honestidade da sua fiel presidente da Comissão Política Distrital de Coimbra.

3 Comments:

At quinta jun 28, 07:58:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Não esquecer que é um dos partidos do arco do goberno.Sabem-se governar,como se pode ver...Rigor,competência, responsabilidade=fartar vilanagem!!!

 
At sexta jun 29, 12:35:00 da manhã, Anonymous Rui Pedro said...

A nota colocada no final do artigo revela, no mínimo,falta de carácter por parte de quem a escreveu.
Podemos não gostar de Paulo Portas, como é o meu caso, mas devemos respeitar a pessoa, e sobretugo respeitar o facto de PP confiar na dita senhora.
Mário Soares alguma vez abandonou os seus amigos, Abílio Curto, Carlos Melância, ....
Não lhe fica bem, tecer tais consideranções.

 
At sexta jun 29, 05:39:00 da tarde, Blogger Mano 69 said...

Eu cá para mim tenho a ideia de que o Carlos Esperança está ressabiado com o Paulo Portas...

 

Enviar um comentário

<< Home