ADSE ou o nascimento de uma nova transitoriedade …

Falando sobre o veto do PR ao diploma governamental que aumenta o valor dos descontos para a ADSE, Passos Coelho, afirmou hoje na inauguração do Centro de Investigação e Desenvolvimento do Instituto Politécnico do Cávado e Ave, em Barcelos, que a medida poderá não ser definitiva.
É muito provável que nós possamos em anos ulteriores fazer ajustamentos que permitam melhorar o sistema”, referiu. link

Estamos, portanto, perante o enésimo corte temporário deste Governo e, como é norma, em trânsito acelerado para se tornar uma medida definitiva do tipo das tão propagandeadas ‘reformas estruturais’.
Na verdade, o 1º. Ministro receia que uma Lei da AR cavalgando o actual decreto governamental (que a maioria se prepara para aprovar), acabe no TC. Daí a mistificação do temporário.
Na verdade, ou estamos perante mais um problema de estruturação espaço-temporal revelado por este Governo ou na presença de um relapso 'caramboleiro'.
Andaremos ‘nisto’ até 2015?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Nigéria – O Islão é pacífico…

Macron e a ‘primeira-dama': uma ‘majestática’ deriva …