Mudam-se os tempos...

O caso das falsas escutas de Sócrates ao PR é o mais grave atentado político contra um PM, perpetrado na Casa Civil do PR. Fernando Lima, em silêncio perante as acusações repulsivas que assumiu, continua por lá.

Dois assessores que assinaram um manifesto cívico, no uso da sua liberdade cívica, foram imediatamente demitidos.

Depois disto, Cavaco Silva não pode deixar de ficar associado ao entusiástico suicídio a que o seu Governo conduz o País.

Nunca um Governo tão medíocre teve um PR a integrá-lo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido