Sábado em Cantanhede

Este Sábado teve lugar no auditório da Biblioteca de Cantanhede um colóquio sobre religiões, organizado pelos alunos do 12.º ano da Escola Secundária.O auditório estava cheio.

Além do moderador, fizeram parte da mesa um membro da Fé Bahá’í, um budista, um ateu, em representação da Associação Ateísta (eu), um muçulmano, um judeu e um católico (padre).

De forma civilizada mas contundente esgrimi argumentos, não contra os crentes, mas contra as crenças. Outros, incluindo o padre católico, dedicaram-se a identificar a fé com a paz e o amor. Só o muçulmano defendeu a supremacia do homem sobre a mulher. A menstruação foi o único argumento, o que levou uma ateia a confrontá-lo com o despautério.

Finalmente houve uma prenda para cada orador. Uma excelente garrafa de vinho. Há muito que não me ria tanto como quando agradeci à comissão organizadora terem brindado o muçulmano com uma bela garrafa de vinho que, nesse momento, segurava sem que Maomé visse.

Comentários

Unknown disse…
É tempo de clarificar. Vamos a eleições!
Unknown disse…
Como é evidente este comentário era para o texto seguinte. Não sei como veio parar a este

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime