Uma ex-freira denuncia o tráfico de crianças

Mercedes Sánchez acusa a ex-directora da casa de Tenerife de adopções ilegais - Revela como operava a rede y como se maltratavam os menores 

NATALIA JUNQUERA / JESÚS DUVA - Madrid - 27/03/2011

EL PAÍS segue com a série sobre este tráfico de crianças e oferece o relato das vítimas e de quem participou nos negócios. Consulta o especial: Vidas robadas. | Participa en Eskup. ¿ Crês que és uma criança roubada ou conheces algum caso? Envia-nos um correio electrónico.

Trabalhou na creche de Tenerife -denunciada por roubo de meninos - desde 16 de Junho de 1963 até 5 de Setembro de 1967. Menos de quatro meses depois, deixou de ser freira. Hoje, aos 73 anos, Mercedes Sánchez García confessa porquê.

Comentários

e-pá! disse…
Uma tenebrosa rede de tráfico. Um mercado escabroso...

Crimes deste teor não podem prescrever.
Torna-se cada vez mais verosímel a proposta de 2 advogados alemães para levar a ICAR ao TPI, através do seu actual responsável máximo: Joseph Ratzinger, bávaro, actualmente residente na cidade do Vaticano.

Este tráfico de crianças é mais um dos horrendos crimes silenciados pela ICAR...

Compreende-se, agora, a tenaz resistência da ICAR às leis de interrupção da gravidez, contrapondo o "respeito pela vida"...
As crianças não desejadas, essas "vidas", são, na realidade, uma fonte de receitas para as instituições religiosas.

Macabro!
Shere W. disse…
Para salvar o catolicismo e o protestantismo, um presidente dos EUA arrebentou os próprios compatriotas, afim de criar uma guerra, açular as crenças, e desviar a atenção das pessoas para os ínúmeros casos de podridão de igrejas e seus chefetes-vagabundos. E criam uma coisa após outra, sempre misturada com superstição e idiotice de crenças; assim criaram o "assangue" com suas denúncias ridículas que não servem de nada; criaram falsos blogues fingindo-se ser de ateus e céticos para empurrar mais canalhice; criaram o falso zeitgeit e torceram as denúncias sérias que o povo americano fazia de seu próprio sistema teo-pulhítico; inventaram uma 'ética' de moscas-mortas, que não passe de um empurrar barriga e deixar os pústulas se refestelarem em cima de nossa boçalidade e covardia, como foi o caso do Ficha Limpa no Brasil. Mas não vai continuar assim não ...nossa espécie vai se refazer ... e finalizar essa canalhada.

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975