Grécia: Cozedura em lume brando…

Mais uma reunião dos ministros das Finanças do Euro-grupo sem fumo branco para usar uma linguagem piedosa.
A desculpa de que ‘houve pouco tempo para fazer uma avaliação mais aprofundada das propostas’ [gregas] link é o verdadeiro ‘encanar a perna à rã’.

Quem acreditar na esfarrapada desculpa pensará que os credores são um sujeito passivo no processo ou que as negociações começaram esta manhã. Tratar os cidadãos europeus como atrasados mentais é insultuoso. 

Na verdade, o processo é o inverso. Tendo a faca e o queijo mas mãos os ‘credores’ tentam impor condições draconianas para libertar a última tranche referente ao 2º. resgate grego.

O Governo grego tem tentado compatibilizar essas condições de prossecução da austeridade com o programa que se apresentou aos eleitores centrado no repúdio de uma 'espiral de empobrecimento'.
A contraproposta (a proposta é propriedade dos credores) apresentada pelo Governo grego na reunião de hoje decorre de um esforço para chegar a um acordo. 
Os credores sabem perfeitamente as exigências que fizeram e hoje tiveram a resposta às condições impostas. Não precisam de fazer mais contas pois andam há meses a fazê-las.

Neste momento, ao que assistimos é o ‘cozer em lume brando’ um País para castigar um Governo. Chega de malabarismos. Não tentem, de modo tão grotesco, tapar os olhos ao ceguinho…

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Nigéria – O Islão é pacífico…

A desmemória e a dissimulação

Miranda do Corvo, 11 de setembro