sexta-feira, março 30, 2007

Uma imoralidade

*
Miguel Horta e Costa, Carlos Vasconcellos Cruz, Iriarte Esteves e Paulo Fernandes, ex-administradores executivos da Portugal Telecom, receberam 9,7 milhões de euros pela não renovação do mandato no ano passado.

11 Comments:

At sexta mar 30, 06:55:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

há gente que não precisa de jogar no euromilhões.....

 
At sexta mar 30, 07:17:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

é pá vamos indmnizar tambem a malta que está a mais na F.Pública do mesmo molde quando tiverem que ser despedidos,

 
At sexta mar 30, 07:20:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Repare-se que o post refere-se a algo de normal. Aliás, perfeitamente normal! Para que não haja confusões...

 
At sexta mar 30, 07:33:00 da tarde, Anonymous Manuel Norberto Baptista Forte said...

Permito-me dizer que para além da falta de moral que(mais)esta lesiva medida encerra, tem ainda outra agravante: GOZA COM TODOS NÓS.
Revela a medida (quanto a mim) tomada por este (des)Governo dito socialista (!!?? - e propositadamente com letra pequena), uma falta de respeito pelos que neles depositaram confiança (dando-lhes 72%, nas Legislativas de Fev./05), um acto de agressão aos que passam fome, são despedidos diáriamente ou vêm os seus postos de trabalho "a tremer", os que ficam sem trabalho, os jovens que cada vez mais vão desandando daqui, a parca saúde que temos, a bagunçada na Educação, e etc.. Prezados Amigos, com todo o sincero respeito pela diferença opinativa, uma pergunta eu deixo: é "esta coisa", outras que a antecederam e outras que se seguirão, algo que se aproxime ou seja (para os que acreditam, ainda - neles)uma prática verdadeiramente de cariz Socialista ?.

 
At sexta mar 30, 07:41:00 da tarde, Blogger jrd said...

Se isto não é obsceno?!...
Será que esta gentinha e quem lhes proporciona as mordomias, consegue dormir tranquila?
Não me refiro ao "colunex", mas sim à consciência.

 
At sexta mar 30, 08:07:00 da tarde, Anonymous jagudi said...

Sendo compreensível e mais que justificada, a indignação de Baptista Forte só peca por se enganar no alvo. Estas práticas escandalosas seguem normas e regras das próprias empresas, que não foram criadas por este governo, e que este governo não pode eliminar assim, do pé para a mão.
A verdade é que a questão tem raízes mais antigas. Depois de Abril de 1974, com a necessidade de gerir o enorme volume de empresas nacionalizadas, desenvolveu-se rapidamente uma espécie de praga de tortulhos saprófitas, a clique dos gestores públicos, que foi satisfazendo a gula duma fauna que orbitava à volta do PPD e do PS, partidos do poder que podiam distribuir benesses.
Muitos deles mais não fizeram senão levar empresas à ruína. Não tinham saber, nem capacidades, nem conjuntura política que lhes permitisse outra coisa. Mas arredondaram a barriga, claro, governaram a vidita!
O número entretanto diminuiu. Mas neste processo nunca cessou a cumplicidade entre os dois partidos já referidos. Pataca a mim, pataca a ti. E o povo eleitor, com o seu insondável critério, nunca deixou de lhes dar o seu voto.
Hoje, absurdamente, os gestores de topo são, em Portugal, dos mais bem pagos da Europa, em termos absolutos. Isto quando a riqueza, a produtividade, a eficácia económica não têm, nem virão a ter, comparação possível.
Parece que este governo vai tentando meter a mão numa massa que já azedou há muito. A história dos objectivos de gestão, de que já ouvi falar, e outras coisas de que não percebo nada.
Não ponho as mãos no lume por este governo, deus me livre e guarde! Mas o que me parece de exigir é que sejam alteradas as normas, as práticas e as leis que permitem e legalizam tamanho regabofe.
E não disparar contra o governo cartuchos de pólvora seca. É que ser cidadão português, e fazer isso, é uma desgraça dupla.

 
At sexta mar 30, 09:28:00 da tarde, Anonymous frota said...

Vota Sócrates. Ele é o meior e sabe "ajudar" os amigos...

 
At sábado mar 31, 02:26:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

...com a cumplicidade activa do PS!!!Há que o dizer.
E já agora nem umapalavrinha pelo'engenheiro'Sócrates?à bocado Betten(Tout court)resendes(exPT tb) estava a limpar o bom nome(?) do dito.Ele,há solidariedades...na ígnominia

 
At sábado mar 31, 03:42:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Autêntico saque, com a conivência do governo Sócrates...

É fácil gastar os dinheiros públicos e das empresas com participação estatal e por falar em gastadores, os ministros de Sócrates, são os mais gastadores...grandes "xoxalistas" (SOL).

 
At sábado mar 31, 07:40:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Socialistas de merda! estavam bem era no campo pequeno com o povo a toureá-los ... governo de merda

 
At segunda abr 02, 07:14:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

lá vem a arruaça de sempre,é obvio que a culpa não é deste governo mas de todos os governos que tem existido desde Abril,por isso é bom que sem desmesurada partidarite se argumente com racionalidade pois só assim se verificará que os que agora dizem mal tambem foram usados Com o seu voto, em devido tempo.
Pois é............

 

Enviar um comentário

<< Home