Salazar ganhou.

Salazar obteve 40% dos votos no concurso/passatempo da RTP. Cunhal ficou lá perto.
Votaram cerca de 210.000 pessoas, rectius, telemóveis.

Ao contrário do que disseram alguns comentadores na televisão, penso que este voto não se reduz a um simples “voto de protesto”!
Foi, na sua maioria, um voto de convicção!
E temos que saber conviver com isto!

Isto significa que, em Portugal, em 2007, e seguindo a sagesse de Monsieur de La Palisse:
1) Há salazaristas;
2) Há dezenas de milhar de salazaristas;
3) Esses concidadãos puderam exprimir a sua opinião neste concurso…

A pergunta seguinte parece ser: e onde encontramos no espectro político-partidário actual estes cidadãos-eleitores?
Porque razão nenhum partido procura apropriar-se directamente deste património político e potencial eleitoral? Será a proibição, constante da Constituição da República de 1976, de apologia do fascismo e de constituição de partidos fascistas, que o justifica? Será legítimo manter esta proibição?
Ou, por outra, deveria a televisão pública admitir Oliveira Salazar, o Déspota de Santa Comba, como concorrente?

Ou será que os partidos da direita dão guarida a este eleitorado e a este projecto político?
Freitas do Amaral relata nas suas “Memórias” que alguém lhe oferecera os ficheiros dos “bufos” da PIDE para ele lançar rapidamente o seu CDS. Ele recusou. Sá Carneiro aceitou…
Estará algum bufo a ler este texto neste momento?
Estará algum bufo na Assembleia da República como Deputado?
No CDS não parece que esteja, já que todos os Deputados são tão jovens e agora com a camisa aberta, como o seu passado e eventual futuro líder…
Mas, quiçá, nas bases ou na estrutura do CDS? E do PSD? Ou mesmo do PS?

E porque razão Manuel Monteiro não consegue cativar estas dezenas de milhar de concidadãos?

Serão estes eleitores todos descendentes das famílias que lucraram com a guerra colonial?
Ou das famílias que beneficiavam do regime de condicionamento industrial? (Querem maior corrupção que esta!!!!!!)
Ou os “despojados” do ultramar, que odeiam a Revolução de Abril e a descolonização? Ou estarão entre os salazaristas também pessoas que não gostam da democracia? Da liberdade de expressão? De um Portugal mais europeu que se está a criar?

Algumas interrogações, mas uma certeza: eles são uma minoria!
A votação não terá ultrapassado os 210.000 telefonemas, segundo ouvi Maria Elisa dizer. Os salazaristas/ fascistas não passam dos 100.000. São menos que os eleitores do CDS.

A maioria dos portugueses manteve-se relativamente indiferente ou pelo menos entendeu não gastar um tostão neste concurso.
Fizeram bem!
O meu preferido, Infante D. Henrique, perdeu… Mas vou dormir tranquilo!
Até amanhã, Camaradas!

Comentários

Carlos Esperança disse…
Não, André. Salazar não ganhou. Portugal é que perde, SEMPRE.

Eu não vi o concurso.
Anónimo disse…
ahahahahahah

que dor ... que dor...
André Pereira disse…
ahahahahaha
Está com dores? A tortura nos calabouços da PIDE doi mais.
André Pereira disse…
E talvez o ahahahaha não saiba nem ninguém da família o que são os calabouços e a totura física, psicológica e social da PIDE e do Portugal miserável do fascismo.
Ria-se, anónimo das dores!
André Pereira disse…
Carlos Esperança,
Portugal já perdeu 300 anos com a Inquisição e 50 com o salazarismo. Há dezenas de milhares de fascistas que andam no meio de nós. A sua geração não fez a caça às bruxas. E se calhar fez bem! Mais uma interrogação...?
Anónimo disse…
Este André Pereira é um espectáculo!

quem não o conhece até pensa que fala verdade!

com que então, "Salazar obteve 40% dos votos no concurso/passatempo da RTP. Cunhal ficou lá perto.
" Desculpe mas, Salazar não teve 40% mas sim 41,2%... agora dizer que "Cunhal ficou lá perto" ahahahahahahahahahahah
ahahahahahahahah deixa-me rir... quem poderá alguma vez acreditar em si????

Cunhal teve 12%... se isto é ficar perto..... Cure-se homem... ou então procure rapidamente o Dr. Travassos, grande oftalmologista de Coimbra
Anónimo disse…
Se Portugal estivesse a ser bem governado, se tivesse pessoas crediveis à sua frente (que até em questões de licenciatura, escondem a verdade), será que o vergonhoso resultado teria sido este! QUE VERGONHA DE PAÍS... Não culpo o Povo que apenas declarou a sua indignação com este governo que de esquerda nada tem!
Anónimo disse…
Esta de facto foi a melhor da noite:

"Cunhal ficou lá perto"... de facto, mais cego que o cego, é aquele que não quer ver!!!!!
CLARA disse…
que banhada... que noite triste!

De quem é a culpa?

de um governo que se está a borrifar para as questões sociais...

VIVA O CAPITALISMO DE ESQUERDA...
JSD disse…
Será que não há ninguém no nosso partido, no nosso verdadeiro PARTIDO SOCIALISTA, que ponha a mão na cara deste primeiro-ministro que apenas nos vai desacreditar junto da opinião pública?????!!!!

ELE, e apenas ELE, é o culpado destes resultados do melhor Português! HOJE, SINTO VERGONHA DE SER PORTUGUÊS, MAS ACIMA DE TUDO, VERGONHA DE SER SOCIALISTA...

Por favor Manuel Alegre, Mário Soares, Almeida Santos, peguem de novo o leme do nosso partido.... Ai Saudoso Mário Vale... se aqui estivesses, todos ouviríamos a tua voz sabia suave e conselheira....
Um verdadeiro homem de esquerda
jsd disse…
ps - JSD são as iniciais do meu nome que em nada têm a ver com outros miseraveis

jsd
Rui Ramalheiro disse…
Vocês e o vosso governo, são os culpados deste resultado seus socialistas capitalistas neo-liberais, ou melhor, demo-liberais!

Começou a vossa derrocada... este dia foi marcante... lembrem-se dele... Preparem-se Socialistas par o que aí vem

Todos os comentadores em estudio forma unânimes em afirmar que este foi um voto contra o estado de coisas pelo qual o país atravessa!

Quando o primeiro comentador o disse, ecoou um estridente salva de palmas em todo o estúdio da TV...

Não será isto a revolta do povo???

Preparem-se... começou a vossa curva descendente...
Anónimo disse…
SALAZAR GANHOU!...

Mas ganhou o quê?... Salazar é passado, a triste história dele está feita... não há mais Salazar. O que houve nisto (e penso que se estão a referir ao concurso do melhor português de sempre) é uma falta de escrupulos da Administração da TV em permitir um programa desta índole. Éticamente deplorável. Eu, por exemplo recusei-me a votar nesta idiotice e se calhar muitos portugueses mais. Durante o programa que vi uns bocados, falou-se muito de Portugal e Portugal foi aí ofendido e com esse resultado dos votos ainda saiu mais ofendido.

PORTUGAL, toma atenção a uma coisa, o teu problema nunca pode ser Salazar, o teu problema é que não há emprego e há corrupção violenta e a Justiça não funciona para a combater, não há serviços de saúde em Portugal e o Ministro Correia de Campos ainda está vivo e tanta coisa mais miseravelmente feita sem prestígio...

Isto és tu Portugal? ...

Zézé
Anónimo disse…
Como, queria que fosse o Infante D. Henrique, o maior português?
Os que telefonaram conhecem lá algum Infante. Diante do olho do ciclope, como as moscas aglutinadas à volta dum monte de merda, sabem lá quem é o maior ou o menor.
Do tempo do salazar foi a censura e o medo que tirou o espírito de análise e critica à maioria da população (até os muros ouviam).
Mas hoje, quais são os programas com mais audiência na televisão.
Como já dizia o César, não há pão, damos-lhe jogos.
E não vale a pena sonhar. Como a bestialidade nos jogos do circo, impera hoje a mesma diante da tv.
A única diferença, talvez, é que hoje podem gritar "à morte", os Césares não autorizam. Até quando?
Anónimo disse…
Não culpem os políticos pelo país que queriamos ter e não temos, culpem-nos a nós Portugueses que, como dizia o outro somos os descendentes dos que não partiram nas caravelas.
Somos um rebanho que gosta de ser apascentado pela voz da autoridade!
Tenho pena do resultado porque ele exemplifica o pior que há em Portugal, o conformismo e este gosto pequenino por uma ordem hipócrita.
Somos a Democracia da Casa Pia, da corrupção e de tudo que há de mau? Não, isso é o que espalha a extrema direita para branquear a DITADURA DO BALLET ROSE, DA PIDE, DA TORTURA, DO CHUPISMO DO ESTADO DURANTE 40 ANOS PELAS MESMAS PESSOAS, ENCABEÇADAS POR OLIVEIRA SALAZAR (OU JULGAM QUE ELE VIVEU 40 ANOS EM SÃO BENTO SEM GANHAR DINHEIRO NENHUM).
Anónimo disse…
Construiu-se um país atrasado ao longo de anos. Nesta votação o povo, atrasado como continua a ser, veio agradecer ao principal responsável pelo atraso. As pessoas são atrasadas, na sua grande maioria e sentem-se bem assim. Salazar semeou e agora está a colher os frutos. Ao menos as pessoas não revelaram ingratidão!
ana disse…
como é que aparece este resultado? eu não vi o concurso (cruzes, canhoto) mas segundo li, cada pessoa podia votar as vezes que quisesse, desde que usasse nºs de telefone diferentes. de qq modo, este resultado não está expresso na AR e isso é que conta.mas lá está, falta a revolução das mentalidades que ficou por fazer.
Anónimo disse…
Salazar ganhou porque os portugueses estão fartos.

Abaixo o governo PS, abaixo Salazar.
jagudi disse…
Eu até simpatizo com o André Pereira, que é um moço que eu não conheço.
Mas ouvi-lo dizer que escolhia o Infante Henrique (um dos grandes facínoras do nosso passado) só pode significar que o André tem lido mal a história. Ou que a tem lido pouco. Ou que se ficou pelo que ouviu dizer, pelo que lhe meteram nas orelhas.
Na verdade, isso acontece a muitos.
Anónimo disse…
Nos anos 50, depois de cerca de 30 anos de salazarismo, circulavam de boca em boca estes versos populares:

"Cortejos e procissões,
Fátima, fados e bola
são as únicas distracções
de um povoque pede esmola!

Meia-noite; a marcha passa
entre canções, ao luar;
bendita seja esta raça
que mata a fome...a cantar!

Trinta anos de censura
Vinte de Caixas Sindicais
Mais trinta de ditadura,
arre porra, é demais!

Mas ainda há quem tenha saudades desse tempo!Arre porra, é demais!

Mensagens populares deste blogue

Nigéria – O Islão é pacífico…

A desmemória e a dissimulação

Miranda do Corvo, 11 de setembro