Óbito - João Soares Louro

O antigo presidente da Rádio Televisão Portuguesa (RTP) João Soares Louro morreu hoje de manhã aos 74 anos, no hospital de Santa Maria, em Lisboa, vítima de doença prolongada. O funeral realiza-se esta terça-feira, às 16h00, do Mosteiro dos Jerónimos para o cemitério dos Olivais.

NOTA: Mais um grande democrata que parte, um cidadão íntegro e com notável sentido de serviço público. Dele se pode dizer que levou a democracia à televisão.

Comentários

e-pá! disse…
A televisão pública, decorrente do período democrático pós 25 de Abril, tem uma insaldável dívida a João Soares Louro.
Foi, no nosso País, um dos poucos homens que revelou uma visão estratégica da TV, como "serviço público".
Exemplares foram as alterações que introduziu na programação da RTP 2, no sentido de lhe emprestar uma "motivação cultural", continuada e estruturada, importantíssima para a formação e a informação da audiência televisiva nacional.
Na hora do seu passamento, sobressai a dolorosa sensação que, este homem, profundo conhecedor do fenómeno televisivo, foi mal (ou insuficientemente) aproveitado.
Que esta, cada vez mais, evidente constatação nos traga ensinamentos futuros. Para que homens da estirpe de Soares Louro, não sejam vítimas da "prateleira", ou excluídos de dar o seu inestimável contributo ao País.
Um grande Homem!

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita