A HISTÓRIA SEGUNDO A "DEMOCRACIA" COMUNISTA

Como é sabido, em 1969, pertencendo a então Checoslováquia ao bloco soviético dominado pela U.R.S.S., o Governo checoslovaco, liderado por Alexander Dubcek, tentou liberalizar politicamente o regime, procurando instaurar um sistema de socialismo democrático.

A União Soviética, porém, no mês de Agosto do referido ano, pôs rapidamente fim a esses devaneios democráticos, invadindo a Checoslováquia, destituindo o Governo de Dubcek e pondo no seu lugar outro mais obediente, esmagando assim no ovo essa primeira tentativa de instauração de um socialismo democrático real.

Diga-se de passagem que todos os Partidos Comunistas da Europa Ocidental se manifestaram contra esse brutal esmagamento, com uma única e vergonhosa exceção (já todos terão adivinhado qual...): o P. C. Português.

Dubcek, claro, caiu em desgraça, foi destituído de todos os cargos, e, à boa maneira stalinista,...despareceu das fotografias! Um jornalista, porém, conseguiu passar para o ocidente duas fotografias, numa das quais ele estava entre o Presidente da República e outro dignatário e na seguinte já não estava, só restando dele...a biqueira do sapato! Esse jornalista fez publicar as fotos, a seguir reproduzidas, com a seguinte legenda:

Il est là... coucou, il n'y est plus!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Nigéria – O Islão é pacífico…

Macron e a ‘primeira-dama': uma ‘majestática’ deriva …