Confissão de um criminoso arrependido e impune

«Sinto mais pena, arrependimento e culpa do que poderão alguma vez saber ou acreditar»

(Tony Blair, antigo PM britânico, sobre a invasão do Iraque)

Comentário: Curiosamente, foi investigado, não por causa da morte e sofrimento de milhões de invadidos, mas pela morte de dezenas de invasores britânicos.

Comentários

Bmonteiro disse…
A nausea. Por um assassino impenitente e bem acompanhado.
O triunfo dos Assassinos, na civilização ocidental.
Com um pequeno exemplar em Lisboa.

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975