sexta-feira, março 31, 2006

A ONU e o Irão


Teerão tem trinta dias para suspender enriquecimento de urânio

«Não vamos, de certeza absoluta, voltar a suspender o enriquecimento de urânio.»

O desafio do embaixador iraniano na Agência Internacional de Energia Atómica, é a resposta oficial de Teerão ao prazo de 30 dias dado na última quarta-feira, à noite, pelo Conselho de Segurança da ONU, para o Irão suspender as actividades nucleares.

Por ora não será fácil obter o consenso da Rússia e da China às represálias que os outros membros do Conselho de Segurança preparam. Mas não tenhamos dúvidas de que a lei da força vai ser usada.

Os países com armas nucleares não têm moral para impedir o acesso ao clube nuclear de novos países mas sobra-lhes força. Ao Irão mingua-lhe força mas sobra-lhe vontade e vê, nessa ousadia, a forma de conservar um poder anacrónico e uma ditadura teocrática.

Os dados estão lançados. A guerra pode começar em breve. Avizinha-se uma nova tragédia.

3 Comments:

At sexta mar 31, 09:56:00 da manhã, Anonymous e-pá! said...

Se nos mantivermos lúcidos - e ao mesmo tempo idealistas - temos a perfeita noção que grande parte dos problemas do Próximo e Médio Oriente se resolveriam com o desarmamento dos Países dessa região. Um desarmamento global e não só nuclear. Restariam as forças de segurança, despojadas de capacidade bélica que hoje possuem.
Partindo desta premissa, seguiam-se confrontos cívicos e, dadas as características regionais, alinhamentos religiosos. A luta política (saudável, civilizada) e a tolerância religiosa (diálogo) tomariam o lugar dos confrontos.
Esta simples (simplista) e ingénua proposição, parecendo pobre e vazia, seria um enorme avanço civilizacional. Todavia, não toma em linha de conta os interesses locais e regionais instalados e a interferência (jogo)das grandes potências mundiais, pelo que, no aeropago político internacional (ONU), esteja na ordem do dia o fantasma de novo confronto bélico.

CE: completamente de acordo!
"Avizinha-se uma nova tragédia."

 
At sexta mar 31, 01:49:00 da tarde, Anonymous Carlos Esperança said...

e-pá!
«Um desarmamento global e não só nuclear. Restariam as forças de segurança, despojadas de capacidade bélica que hoje possuem».

RE: Não considero uma «simples (simplista) e ingénua proposição».

É uma necessidade de sobrevivência planetária.

 
At sexta mar 02, 08:38:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Excellent, love it! Trout fishing nevada county Bmw of colorado springs pda deals Ramsey volvo Basketball cross over clips roof racks bmw collaga football car seat covers Free full version anti spyware http://www.free-culinary-schools-in-new-york.info/Recreation-management-and-graduate-schools.html Blowjobs thumbnail broadband system wireless Kauai fishing anini in march

 

Enviar um comentário

<< Home