PSD Madeira acaba com o 25 de Abril

«O PSD Madeira prepara-se para acabar com as comemorações do 25 de Abril na região. Jaime Ramos, líder parlamentar dos sociais-democratas madeirenses, apresentou um requerimento à Assembleia Legislativa no sentido de este ano não haver sessão comemorativa da Revolução de 1974, simplesmente por "não ser oportuno".

E o PSD Madeira pode mesmo não retomar as comemorações no futuro. Já no ano passado Alberto João Jardim admitia a extinção da sessão, argumentando com "a falta de nível" das intervenções da oposição. Segundo o líder madeirense, "o 25 de Abril merece outra dignidade que não aquela cagada"». Diário de Notícias

Cada região tem o líder que merece ou o País é cúmplice do desvario, da boçalidade e da desfaçatez dos sátrapas autóctones?

Ontem, ao fim da tarde, a Presidência da República anunciou a nomeação dos representantes para as Regiões Autónomas. Na Madeira, num acto de absoluto desrespeito pelo Presidente da República, o Governo Regional procedeu ao anúncio com várias horas de antecedência.

É este o estado a que o Estado de direito chegou, na Madeira.

Comentários

Anónimo disse…
Os senhores do PSD/Madeira são como aqueles cães que mordem a mão do dono. Isto é, quem lhes dá a "paparoca" para fazer os floreados lá na região.
E, se deixássemos de rábulas e trocasse-mos as comemorações do 25 de Abril pela dívida da Madeira?
Talvez fizessem as outras comemorações (as da autonomia)sem lhes caírem as calças... com o cinto apertado!
Anónimo disse…
Ah! já me esquecia.
Jacinto Serrão sobre Jaime Ramos:
"tinha chegado a milionário, quando ainda há 10 anos antes de ir para o Poder andava de jerico (burro) a vender Sifões de retretes, perguntando mesmo onde foi ele arranjar o dinheiro..."
Anónimo disse…
Madeira: ora aí está uma terra onde o Esperança fazia falta. Vai para lá, ó Carlos!
Mr. X disse…
É cada vez mais necessário pensar na autodeterminação daquele enclave. Uma fonte de despesas que cada vez menos tem a ver com o país real.
Rosario A. disse…
Bom dia!
Em Portugal há demasiados feriados, mas o 25 de Abril é uma data importante para a democracia e para o país. Em vez disso, porque não eliminar a maioria dos feriados religiosos que não têm significado absolutamente nenhum?

Cumprimentos
bejense disse…
Faleceu ontem, vítima de um brutal acidente de viação, a Arquitecta Maria João George.
Dirigente da EDIA, Maria João era uma activista cívica e militante do PS.
Exerceu funções na concelhia de Beja do PS e no grupo das mulheres socialistas.
Fez parte da Comissão de Honra e foi Directora de Campamha da Candidatura de Manuel Alegre no Distrito de Beja.
Profissional competente e mulher afável e inteligente, Maria João George foi uma das vozes mais temidas pela autarquia bejense, aquando das suas críticas frontais, acutilantes e com rigor técnico ao desastre que foi a gestão do Programa POLIS em Beja.
No acidente morreu, também, a sua filha de 32 anos.
Maria João George, de 57 anos, era a esposa do Dr. Frnacisco George, actual Director-Geral da Saúde.
Pedir em petição à Assembleia da República a discussão da insanidade mental do Alberto João Jardim, e da impossibilidade de continuar no Governo da Região.

Talvez até o Sr. Silva assine



www.petitiononline.com

Organizar o texto e irmos a este site assinar.

Apresentar para discussão pública na AR.
Monteiro Valente disse…
Como pode o Dr Alberto João Jardim autorizar a comemoração do 25 de Abril na Madeira se a forma como ele governa essa Região Autónoma é a negação do próprio 25 de Abril? Quando se libertarão os Madeirenses? Será que ainda se terá de ressuscitar o general Sousa Dias para chefiar uma nova revolta da Madeira?
Anónimo disse…
era bom saber que região seria a madeira sem o 25 de abril. Jardim rivaliza com Fidel e poucos mais!... e não é só a fumar charutos.
Tão poucos anos depois das repressões, da opressões, da pobreza de "cara levantada", do "orgulhosamente sós", dos serões da província, do "Para Angola depressa e em força", das "conversas em família", da tortura, das perseguições e do Tarrafal...tão poucos anos depois, o 25 de Abril já é pouco oportuno. Falta de vergonha destes senhores do PSD Madeira...
Anónimo disse…
Where did you find it? Interesting read »

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido