P. R. - Apreensão e perplexidade

A nomeação do ex-secretário de Estado da Defesa e da Administração Educativa, Abílio Morgado, como consultor do Presidente da República para os Assuntos de Segurança Nacional, foi uma surpresa.

O novo consultor foi considerado responsável pelas colocação falhada dos professores para o ano lectivo 2004/2005 – um desastre sem precedentes –, e esteve ligado a uma polémica sobre alegados favorecimentos na colocação de professores, um dos quais em Viseu por despacho directo dele próprio.

Por outro lado, a nomeação dos cinco conselheiros de Estado, mereceu da Comissão Política do PCP um comunicado em que afirma: «Com esta decisão, Cavaco Silva rompe deliberadamente com o anterior critério que garantia, através da conjugação dos representantes eleitos pela Assembleias da República e dos elementos designados pela Presidência, a representação dos principais partidos neste órgão». E acrescenta: «não pode deixar de sublinhar o facto de a opção pelas cinco personalidades escolhidas assentar num estreito critério de cumplicidades partidárias e de círculos de amigos, em claro prejuízo de uma desejável observação de factores de representatividade e diversidade política que as competências e funções do Conselho de Estado necessariamente recomendam».

Não duvido da isenção do Presidente da República mas, com estas nomeações, arrisca-se a prolongar as reservas dos portugueses que não lhe confiaram o voto.

Fontes: Diário de Notícias e Diário Digital (15-03-2006)

Comentários

sabichão disse…
Quem são esses conselheiros?
Anónimo disse…
Portugal está a mudar.
Foi por isso que elegeu Cavaco Silva.
Não foi para tudo continuar na mesma...
Anónimo disse…
a mudar para pior e com toques de arrogância (para não lhe chamar outra coisa) que só o Cavaco é capaz.....
Mr. X disse…
Fiquei confuso...
Afinal, é a boa moeda ou a má moeda?
Cavaco, apesar de legitimamente eleito por todos os portugueses e do qual fui e provavelmente voltarei a ser adversário político, com estas nomeações do seu círculo intimo e pagamento de favores, fecha-se mais ainda sob si próprio.

Para um hipocondriaco, com dificuldades de relacionamento com o meio exterior, não augura nada de bom.

Poderia ao menos dar o exemplo de não nomear comentadores políticos profissionais que vegetam na área da prosmicuidade entre o que é fazer opinião e fazer valer a sua opinião.

Será que vamos ter um conselheiro de Estado a dar publicamente as opiniões e orientações que transmite ao Presidente da República e que a seu ver devem ser implementadas em determinado sector ?

Não vamos deixar que este país baixe tanto de nível e ultrapasse o comparador clásico, América Latina de onde ultimamente só nos vêm bons exemplos.
jagudi disse…
Os tímidos, os hipocondríacos, os complexados, os limitados para a função, os incompetentes, têm sempre os mesmos tiques, que não passam de rampas de escape de emergência: são fechados, arrogantes, ineptos e agressivos. A sua intolerância vai até onde as circunstâncias o permitirem.
O campónio de Santa Comba pôs a escumalha dos poderosos de ontem (que o desprezavam) toda de joelhos, em adoração, só porque lhes ofereceu a cabeça da populaça numa bandeja.
Daqui por alguns anos saberemos o que é que o campónio de Boliqueime sacrificou aos poderosos de hoje.
O que já se vê, menos do que se imagina, não é de bom augúrio.
E isso não surpreende, quando se atenta no marrar do bicho. O que irrita, o que toda a vida irritará, é haver cretinos com renda de casa para pagar, e que de novo se põem a aplaudir. Ai Portugal, Portugal!
minha coimbra disse…
"alegados favorecimentos na colocação de professores"

e que tal

"favorecimentos na colocação"

DE ALGUNS COLEGAS SEUS DE BLOG...
...quando denúncia isso?
minha coimbra:

Assuma a sua identidade e diga lá o que rumina, insinua ou calunia.

Eu não sei quem são os meus colegas do Ponte Europa colocados por esse «ajudante» do PR.
minha coimbra disse…
É só perguntar...
minha coimbra disse…
... e não foi pelo ajudante do PR, não desvie.
Eu sei que o senhor sabe.
Quem desviou foi o/a senhor/a.

O texto fala do pessoal que o PR legitimamente nomeou mas cujo perfil deixa muitos eleitores inquietos.
Anónimo disse…
Bem, CE, ... voltemos ao dia de posse do Prof. Cavaco.

As nomeações do PR - assessores, conselheiros e membros do Cons. de Estado - mostram, à saciedade, como vai ser "o presidente
de todos os portugueses..."

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita