Mas as crianças, Senhor!...


Crianças manifestam-se no Paquistão contra "cartoons"

Protestos reúnem à volta de 5000 crianças, que pediram a morte dos "cartoonistas".

Nota: Em Portugal as crianças das escolas primárias também manifestaram a sua indignação com a anexação de Dadrá e Nagar-Aveli, pelo Pandita Neru, em 1954.

Salazar ficou muito sensibilizado com o patriotismo das crianças portuguesas.

Comentários

Anónimo disse…
NOTÍCIA REPUGNANTE.

- madrassas (escolas islâmicas) como berço do "fundamentalismo";
- escola como tirocínio para a jihad;
- inqualificável comportamento dos professores;
- pedofilia política.

Tudo mau.
Anónimo disse…
Ao pé disto a religião católica é realmente diferente.
Anónimo disse…
É agora...
Já foi parecida!
Mano 69 disse…
E já agora também podia ter dito que já lá vai o tempo em que as crianças cantavam o hino nacional á porta da escola primária.

Você e as suas comparações. Olhe que isso de viver no passado só é bom até um certo ponto.
Por este andar ainda fica como o "Velho do Restelo", ou melhor, dos Olivais...
Anónimo disse…
Pois era...
...o Paquistão até era uma democracia onde uma MULHER foi eleita para Presidente, mas...
...os ocidentais pensaram que apoiar um golpe de estado e colocar um ditador era melhor... ...e agora queixam-se...
... se apoiassem as democracias, independentemente de quem as vence fazer as vontades a nós, talvez as coisas fossem diferentes...
André Pereira disse…
O problema não é o islão! São 14 séculos de convivência... nem sempre pacífica, mas nem sempre tão atormentada! Não sejamos maniqueístas.
O problema são os grupos políticos do fundamentalismo radical que usam todos os meios - incluindo os democráticos! - para alcançar o poder. Eles querem o poder no Paquistão e no Egipto!
Reparem. Em todo o lado já se acalmaram os tumultos. No Paquistão continuam em crescendo. E agora o inapto do Bush tinha que ir lá deitar mais pólvora para a fogueira...
paz religiosa disse…
é pena o mundo não ser todo cristão ao domingo, muçulmano à segunda feira, budista à terça... e judeu ao sábado.
Não seria um mundo melhor?...
Anónimo disse…
A par da infâme manipulação das crianças e adolescentes, há o aspecto político do problema.

As escolas na rua enquadram-se na estratégia de derrube do regime de Islamabad. Musharaf, não resistirá muito tempo à pressão dos fundamentalistas. A recente visita do Sr. Bush ajuda (os fundamentalistas).
Depois virá mais um regime islâmico;
Depois vamos manifestarmos contra este recuo civilizacional;

Depois ... só damos tiros nos próprios pés.

E, continuamos na retórica...

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975