Paradoxos

Ribeiro e Castro é o presidente de um partido em autogestão, que merece uma comissão liquidatária e que sonha substituir o actual líder por outro que dê o lugar a Paulo Portas, quando este quiser.

À falta de militantes, sobram-lhe dirigentes e um grupo parlamentar coeso na oposição ao presidente do partido.

O Conselho Nacional do CDS-PP aprovou, este domingo, a moção de Ribeiro e Castro para a realização de um congresso extraordinário.

Após uma vitória surpreendente, Ribeiro e Castro vai de congresso em congresso até à derrota final.

Comentários

Anónimo disse…
O problema do CDS/PP - não necessáriamente do Dr. Ribeiro e Castro - continua a ser o que não foi resolvido no último Congresso realizado há cerca de 1 ano.
Lembram-se que, na altura, falavam muito da "refundação".
A reclamada "refundação" não era nem mais nem menos do que uma efusiva e "heroíca" caminhada para a extrema direita, trauliteira, racista, etc., na exacta medida do
partido neo-fascista francês "Front National". A ideia reinante no CDS é que, por aí, haveria mais votos... como se tem vindo a verificar na Europa.

Portanto, algo está mal, porque falta encontarar - para essa "refundação" - o Jean-Marie LE PEN, português.

Ou poderá ser o Paulinho?
A verdade é que Ribeiro e Castro é do CDS. Fundou-o e acompanhou de perto e sempre Freitas do Amaral.

Actualmente não tem lugar na cozinha onde se prepara a massa para a fundação de um partido de extrema direita, para o qual a política do actual Governo "empurra" o próprio PSD.

Estando o espaço do neo-liberalismo ocupado pelo PS em que o actual ministro da Saúde se prepara para dar e vender aos privados o que resta do SNS para de seguida irem à Segurança Social, o que resta à direita ?

Enquistar-se ao redor do Dr. Cavaco, como foi já feito e entrar em pânico nos seus próprios partidos.

Sendo que já estão a ser entregues a privados estruturas públicas dos Hospitais - S.Maria, existindo privatizações de Centros de Saúde,cujos modelos foram discutidos com a Medicina Familiar no Algarve, o que precisa mais Esperança para se convencer que este ministro e a clique da Escola Nacional de Saúde Pública que o acompanha, são a Comissão Liquidatária do SNS.

É que eu com a Comissão Liquidatária do CDS posso bem !
Anónimo disse…
Keep up the good work film editing schools

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita