Ministério Público

Enquanto o País espera pelo relatório do PGR sobre o envelope 9,

Magistrados lançam ataque ao poder político.

Os activistas sindicais não respeitam os órgãos de soberania e desconhecem as funções do Governo na administração da Justiça.

Assim, não embaraçam apenas o Governo, prejudicam o País e comprometem a sua reputação.

Comentários

Anónimo disse…
Atitude vergonhosa do Bochechas, sair de fininho!.. E queria esta porcaria, este senil ser PR!
Pelo amor de Deus...
Então Esperança, o que tem a dizer sobre esta atitude do seu querido menino, do seu mais que tudo candidato???? Fale homem...
"Ó xô Guarda, dexaparexa"
Vou responder-lhe já, num post.
Anónimo disse…
A justiça (o poder judicial)vive um período de crise que se alicerça no seu seio (intrinseca).
A reforma do sistema judicial é, para os portugueses, cada vez mais uma inevitabilidade. Não vale a pena deslocar o epicentro da crise para a área política ou gritar contra a "governamentalização".
O necessário (inadiável)diálogo entre a Justiça e o Poder deverá ser efectuado em sede própria - a Assemblleia da República, segundo os preceitos constitucionais.

O resto são guerras do alecrim e da manjerona.

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975