Escola pública e rigor

É tão frequente ouvirmos falar que a Ministra da Educação fomenta o "facilitismo" e o "trabalhar para os números" como chover no Outono.

Por isso nem nos preocupamos em ter uma leitura crítica sobre esses comentários.

Todavia, vale a pena dar a voz à Ciência e saber, afinal, o que anda a Escola - especialmente a Escola pública (incluindo as Universidades) - a fazer com o dinheiro dos contribuintes?

Se lermos estes quadros, talvez possamos compreender porque razão o país estagnou, parou!, num tempo em que a competição internacional exige cidadãos muito melhor preparados.

Ora, sendo assim, talvez possamos pensar que o que se fez nos últimos 30 anos não foi bem feito...
Esta Ministra tenta mudar qualquer coisa.
Não sou perito na matéria, mas do que me apercebo, vai, em regra, no bom sentido.

Não podemos continuar a ter uma Escola que exclui 40% (sim, QUARENTA POR CENTO) dos jovens!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?