TURQUIA: um bárbaro infanticídio...

“Ontem, sete pessoas foram presas em Istambul, após o assassinato de um recém-nascido, no 2º. dia de vida, em circunstâncias classificadas como um "crime de honra".
O bebé teria nascido de relações extra-conjugais e, segundo a notícia, foi sufocado pela sua avó, na sequência de uma decisão ‘familiar’... “

Notícia divulgada pela agência turca Anatolie e reproduzida na imprensa europeia de hoje

Porque razão camuflar um repugnante infanticídio chamando-lhe um "crime de honra"?

São, de facto, situações deste teor que dão argumentos aos opositores de uma futura adesão da Turquia à UE.

Por outro lado, não compreendo como imprensa europeia reproduz esta espúria classificação de "crime de honra". O melhor será chamar "os bois pelo nome"...
Trata-se, tão-somente, de um bárbaro infanticídio, perpetrado por uma família subjugada a preconceitos sociais, culturais e, quiçá, religiosos…

Nenhuma “honra” pode (ou deve) ser invocada nestas abomináveis circunstâncias.

Comentários

andrepereira disse…
A Turquia tem que mudar de caminho. Por aí não pode continuar: essas bárbaras ideias, essa humilhação da mulher, o desvalor da vida humana: um horror.

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?