Parabéns Nelson Mandela

Nelson Mandela com Bill Clinton

Fez ontem 87 anos um paladino da liberdade e o grande obreiro da transição pacífica de um regime racista e colonialista para um país multicultural e multirracial – a África do Sul.

São homens da têmpera de Nelson Mandela, cuja inteligência e sensibilidade os distancia do comum dos dirigentes, que nos levam a ter esperança num mundo onde não seja possível a discriminação por razões de raça, religião, sexo ou convicções políticas.

Nelson Mandela, o prisioneiro 46 664, é o símbolo dos que não desistem de transformar o Mundo e deixar um país que não seja coutada só de alguns.

O velho prisioneiro e primeiro presidente da África do Sul livre, condenado a prisão perpétua, resistiu ao cativeiro 27 anos e ao ódio e à vingança o resto da sua vida. Foi distinguido com o Prémio Nobel da Paz e foi maior o prestígio para o Prémio do que para o premiado.

Parabéns, Nelson Mandela. Obrigado.

Carlos Esperança

Comentários

Anónimo disse…
Bom, ele pode não ter qualquer culpa na situação actual desse país mas...

...de um país com baixos níveis de criminalidade temos uma país podre com tanto crime.

Onde os ataques racistas são mascarados como ataques criminosos vulgares...

Um dos portugueses que vivia na áfrica do sul morreu este ano, mas apenas morreu depois de ter sido arrastado durante 2 kms pela estrada atado ao carro dos criminosos por uma corda...

Testemunhas?
parece que não...

Enfim, um país verdadeiramente livre, onde os brancos são perseguidos pela cor da pele...

Os papéis inverteram-se, pelos vistos alguns destes senhores, e o mandela pode estar inclluido, não queriam um país livre mas um país onde o poder estava nos negros...
são coisas diferentes!

já agora só falta dizer...

VIVA MUGABE, MUGABE AO PODER (país vizinho)
Comparar Mandela a Mugabe é como comparar Zapatero a Franco; Salazar a Sá Carneiro; Hitler a De Gaulle.

Há comparações que o pudor e o bom senso devem evitar.

P.S. Poupo-o, caro leitor, aos crimes do regime racista da África do Sul. Se até Mandela procurou perdoar!
Anónimo disse…
Ora aqui está, após tanto tempo, um post muito interessante do Carlos Esperança.
Ricardo P. Soares disse…
Realmente é gritante o despudor do sr. Carlos Esperança. Parabéns a um individuo que foi um péssimo governante, e que conduziu a África do Sul para o descalabro é deveras apropriado.
Emfim, o típico paternalismo da esquerda no seu melhor.
Outrora vimos certa esquerda a fazer a apologia do regime genocida de Pol Pot, no Camboja, assim como o desenvergonhado carinho à ditadura de fidel Castro, agora ao Mandela. Quiçá mais tarde vejamos o sr. Carlos Esperança dar os parabéns ao Kim Yong Il da Coreia do Norte.

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita