No Outono/Inverno não há strip-tease…

Este País tem sido - nos últimos tempos -  fértil em surpresas. Num curto espaço de tempo tivemos o colapso do BES/GES, o surto de legionella e agora os 'vistos golden' (só para falar nos acontecimentos com maior impacto).

Mas a inefável surpresa é que ultimamente os portugueses têm sido confrontados com uma avalanche de políticos (no activo ou na 'reserva') que fazem incursões no mundo das sociedades comerciais (devem pelo menos ter assinado o pacto social!), mas todos o fazem por motivos filantrópicos. Corremos o risco de ver o País (político) transformado numa imensa e multifacetada confraria de S. Vicente de Paulo.

Já foi assim com Passos Coelho com a empresa Tecnoforma e na ONG/CPC e agora verifica-se o mesmo com Marques Mendes com a JMF - Projects & Business. Expressões como “Não fui a nenhuma reunião, não fui convocado para nenhum encontro, não auferi um único euro desde 2011…link (as datas variam conforme os casos mas a lengalenga permanece inalterável) correm o risco de não colar.

Ninguém faz ou anuncia um strip-tease fiscal, mas enquanto tentam passar entre os pingos da chuva vão sendo paulatinamente despidos na praça pública. 
Nos dias frios que se adivinham correm o risco de contraírem uma maleita (pneumónica)…

Comentários

Agostinho disse…
Há coisas que, por mais voltas que dê à cabeça, não consigo compreender.
a)Este senhor é avençado da Presidência da República e da Presidência do Conselho de Ministros?
b)Este senhor é jornalista?

Penso que não. É público ser comentador político na SIC e é nessa qualidade que andar a anunciar medidas e atos futuros do Presidente da República e do Governo parece-me no mínimo estranho. A forma como obtém as informações é legítima?
Há pulgas que saltam de um lado para o outro com uma facilidade tremenda. Depois vêm as febres e os pruridos.

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido