Pires de Lima mantém-se após a ressaca

Quem se lembra da forma expedita como se demitiu Manuel Pinho, depois dos insólitos corninhos feitos a um deputado da oposição, surpreende-se com a permanência de Pires de Lima no Governo, após o anómalo «sketch», ébrio de humor, feito pelo almocreve de Portas.

A exigência ética foi exonerada de um Governo à solta, onde os ministros não sentem o bridão da decência nem o freio da educação, estribados no dorso do PM e nos afagos do PR.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975