Coimbra tem mais encanto

Coimbra, ou melhor, o Dr. Carlos Encarnação e a coligação de direita que governa a Câmara Municipal, aproveitaram ontem o Dia da Cidade para distinguir com a Medalha de Ouro um médico de reconhecido mérito e cinco outros munícipes com a medalha de Mérito da Solidariedade Social.

Não se discute a excelência do primeiro galardoado, repara-se nas omissões que oxidam o metal nobre da venera.

Comentários

Mano 69 disse…
É o tempo Carlos Esperança. Só a mudança é democrática e potenciadora de oxidação de algumas consciências que se encontram formatadas partidariamente.
Outros tempos virão e quem espera sempre alcança nem que seja um pontapé na pança…
Anónimo disse…
Queria 500 distinções no mesmo ano?
Anónimo disse…
500!. Não havia qualquer problema.
As conderações ou as honrarias, em Portugal, parecem ter perdido qualquer nexo. Valem o que valem!

Aliás, ironicamente, acho que como é o povo que pune (ou não) os políticos (nas eleições) deveria ser a mesma entidade a atribuir as honrarias - podíamos fazer referendos sobre os condecoráveis... Um por legislatura, ou por mandato autárquico, chegava e valorizava as distinções.

Finda a ironia, penso que estamos a chegar a um estadio muito próximo dos tempos do fim da monarquia, onde qualquer indígena comprava o título de barão. Ou, no dito "Estado Novo", ao tempo dos "venerandos" comendadores do salazarismo/marcelismo.
Ou, ainda mais próximo, já em democracia, à "diarreia" distributiva dos derradeiros dias do mandato de Sampaio.

Coimbra, cidade provinciana, com pretensões a capital do conhecimento,tomou-se de "encantos" por esta (moderna?) fanfarronice.
Anónimo disse…
Não resisto a acrescentar um provérbio português:

"Foge cão, que te fazem barão! - Para onde, se me fazem conde?".

Estamos lá perto, não é?
Mano 69 disse…
Quem ganhou uma medalha e o respectivo diploma (ver o Diário da Republica - Despacho 13299/2006 da II Série e de 20 de Abril de 2006) foi Vera Ritta Branco de Sampaio. Quem será Carlos Esperança? Será a filha de um ex... embaixador ou outra coisa qualquer?
Anónimo disse…
Mano 69:

Notou que o Despacho 13299/2006 produz efeitos a partir de 1 DE ABRIL (2006)

Será mentira?
Anónimo disse…
é fartar.......
aliás nunca se foi tão pródigo em probendas......
e viva a revolução.
Anónimo disse…
Mano 69:

Há algo que saiba sobre a incompetência da filha de Jorge Sampaio para o exercício das funções?
Anónimo disse…
coligação de direita????
Explique lá essa C. E.
só contaram pra Voçê....
Anónimo disse…
Eu vi a luz:

Não sei se está a brincar.

A coligação PSD/CDS/PPM. Até a excrescência monárquica faz parte.
Anónimo disse…
não brinco Cara C.E. mas segundo consta há mais dois vereadores na vereação e que se saibam não são da maioria.
Anónimo disse…
klaro que com pelouro....pois sem ele até há mais....
Anónimo disse…
Desconheço. O PCP só tem um vereador. Reconheço que não acompanho muito a gestão autárquica e que o PSD se encarrega de afastar os seus melhores quadros.
Anónimo disse…
então deve informar-se melhor.

e olhe que o digo com mágoa,relativamente á informaçaõ que vai colher.
Anónimo disse…
mas o P.S. parece que tambem tem um a tempo inteiro.
Anónimo disse…
Volta Machado e perdoa-lhes.
Anónimo disse…
Não preciso de perguntar a quem se referem.

O Coronel Seco é um cidadão de rara dignidade cívica, impoluto e com grande sentido de serviço público.

Talvez seja politicamente errado misturar-se com este executivo camarário mas lembro que se encontra a desempenhar funções não remuneradas, como é minha firme convicção.

Conheço-o nas suas qualidades e honradez para testemunhar a sua irrepreensível conduta.
Mano 69 disse…
Excelente resposta Carlos Esperança!
Você saiu melhor que a encomenda dado que sendo um falso militante socialista (falso no sentido de quem não tem cartão) consegue usar o argumento da competência.
Gabo-lhe o discernimento que é aliás consentâneo com as inferências que abundantemente produz.
Nem quero pensar o que você diria sobre este assunto se fosse um governo fora da sua área politica que assim procedesse.
Anónimo disse…
mano 69:

Não vejo a relação entre o Governo e as autarquias que, como sabe, andam à solta.

O que pode discutir é se é correcto (politicamente) que um militante de um partido da oposição aceite participar numa gestão autárquica.

Isso é outro assunto.

Aliás, se as afirmações boçais do presidente da Câmara de Viseu fossem feitas por um ministro já tinha sido obrigado a demitir-se.

Acrescento que tanto o PS como o PSD podem fazer a nível autárrquico o que nunca lhes seria permitido no Governo.

As autarquias são, para mim, a grande desilusão da democracia.
Anónimo disse…
O Pais "inventa" sempre soluções paradigmáticas (um esteio da demcracia), teoricamente ecorreitas (poder na proximidade), etc.

Depois confontando isso com a realidade é, de facto, a desilusão.

O Poder Autárquico tem sido assim.

Mas, atenção!
A proposta do PSD sobre a legislação eleitoral autárquica é totalmente desastrosa.

É, simplesmente, o regresso ao "caciquismo".

De maneira que estamos entalados entre o mau e o péssimo.
Mano 69 disse…
«toda a gente tem direito a exercer cargos, o problema é que "toda a gente" são sempre os mesmos...»
1313


Oh Carlos Esperança eu estava a referir-me à nova funcionária pública e não ao Coronel Seco.
Anónimo disse…
ora bolas C.E.

para a proxima não vale a pena votar ou tanto faz um como outro...
será assim????
Anónimo disse…
Não procures esconder nada; o tempo vê, escuta e revela tudo.

Sófocles (491 a.c. 406 a.c.)

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime