Notícia de última hora


«Gianmario Roveraro, um banqueiro italiano desaparecido no último dia 5 e membro da organização católica conservadora Opus Dei, foi encontrado morto nesta sexta-feira em Parma, anunciou a agência italiana RadioCor».
AFP
Nota: É o primeiro banqueiro a aparecer morto, em circunstâncias misteriosas, depois de um outro escândalo - a falência fraudulenta do Banco Ambrosiano.

Comentários

Anónimo disse…
O filão é fecundo, a messe ainda abunda. Vai-se um Marcinkus e há logo sete novos. Pendura-se um Gelli, aparecem catorze.
Anónimo disse…
A estas horas o novo defunto deve estar a trocar impressões com o Michel Sindona, sob os auspícios do experiente Marcinkus.
Anónimo disse…
A esta hora ainda vão dizer que foi morto pela Carbonária.
Mano 69 disse…
«É o primeiro banqueiro a aparecer morto,»

O primeiro a aparecer morto era da Loja Maçonica P2...
Anónimo disse…
É verdade mano 69. Essa loja tinha elementos do Vaticano, da Máfia e da alta finança.

Um deles, além de frequentar a loja P-2, dirigia as finanças do Vaticano - o arcebispo Marcinkus.

Numca percebi por que motivo o Papa João Paulo II nunca autorizou a extradição para ser julgado.

Agora que já morreu, de idade, nunca mais se saberão as causas da morte de João Paulo I.
el s (pc) disse…
Nota:
É normal em Milão ( e pode-se alargar a localização à Lombardia e à Suiça) pessoas ligadas à finança aparecerem mortas ou nunca mais serem vistas.

Não diga que é o primeiro, nem pense que é caso isolado.
Anónimo disse…
quer dizer que pode haver uns negócios estranhos na alta finança!
Anónimo disse…
Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
»
Anónimo disse…
Very pretty design! Keep up the good work. Thanks.
»

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?