Chávez continua mal

Chávez apertou a mão a membros das FARC. Apoiou a sua luta armada e ilegal contra o regime democrático (adivinha-se que não seja impoluto) da Colômbia.
Chávez insultou há duas semanas o Presidente da República de um país vizinho, dizendo que a criança estaria ainda na selva. E afinal sem razão.
Chávez não contribui para a paz na região.

Comentários

Camarelli disse…
André Pererira,

Não deves andar a ler as mesmas notícias que eu, ou então não com os mesmos óculos.

Se Chávez disse que a criança estava na selva, era a informação que as FARC lhe tinham dado, pelo que a haver culpa será destes últimos. Chávez não tem acesso às informações dos serviços secretos colombianos ou da CIA que terão feito a descoberta, provavelmente depois da prisão dos informadores das FARC, em missão «diplomática» pelo processo de libertação dos reféns. (Uma traiçãozita que ninguém parece dar importância.) Outra traição que ninguém refere mas que as reféns entretanto já o disseram foi que a libertação tardou devido às incursões do exército Colombiano, que terá inclusivé morto um guerrilheiro., contrariando mais uma vez a alegada boa fé de Uribe e a falsa desmobilização militar.

Se por um lado a aproximação ideológica de Chávez às FARC não é novidade, por outro, por omissão, estás a esquecer as ligações estreitas do «respeitável» presidente Colombiano aos grupos paramilitares de extrema direita, cujas acções, a par com as FARC e o ELN, são condenadas pela ONU no quadro dos direitos humanos.

No meu entender, as tuas observações pecam essencialmente pelo desequilíbrio. Compreendo a urgência em atacar Chávez, eu também tenho os meus ódios de estimação. Mas faça-se o serviço com honestidade. A unilateralidade combate-se com maior exigência na obtenção dos factos, diversificando as fontes de informação.

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime